Por outro lado, a imagem do plano de fundo foi feita pela Curiosity Mars Science Laboratory em 08 de setembro de 2012 no 33º dia após o pouso na superfície de Marte observando-se o solo marciano como jamais foi visto. E também não é bobagem...
Image credit: NASA/JPL-Caltech/MSSS.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Cuidado, contém látex!

Apesar de não ser um assunto difundido no nosso meio, acho que merece consideração por apresentar número de acidentes relevantes, a saber:
Aproximadamente 8% da população em geral é alérgica ao látex e sujeita a reações peri operatórias graves.
Para um grupo de 467 pacientes, com idades entre 1 e 90 anos, estudados pelo GERAP (Group d’ Etudes de Réactions Anaphylactoides Peranesthésiques) que apresentaram reações alérgicas entre janeiro de 1997 e dezembro de 1998, o látex foi responsável por 12,1% (59 casos), sendo suplantado apenas pelos bloqueadores neuromusculares (n = 336; 69,2%).
20% dos anestesiologistas desenvolvem sensibilidade ao látex, tornando-se vulneráveis a reações alérgicas, quer como pacientes, quer como profissionais; http://www.scielo.br/pdf/rba/v53n5/v53n5a01.pdf
O látex é uma substância usada na elaboração de vários medicamentos, e na manufatura de vários produtos, especialmente as luvas de uso cirúrgico, além de sondas, drenos e porque não citar a “camisinha”.
Como conseqüência o grupo profissional mais afetado é o Anestesiologista, por trabalhar praticamente durante toda sua jornada “vestido com látex”. Por este motivo algumas entidades oficiais já consideram esta condição como uma doença profissional.
Embora não se tenham estatísticas brasileiras, os grupos de alto risco estão bem definidos: o denominador comum é a freqüente exposição ao látex, com especial atenção ao paciente que é submetido a cirurgias cruentas, com grande superfície de exposição e por longa duração. http://www.anesthesiology.org/pt/re/anes/fulltext.00000542-200309000-00003.htm;jsessionid=J2QPX1hfVJpMmxcQknZGHrvGfLZyTyd61qpQTvbDJxgmzpXmwHGG!559528755!181195629!8091!-1
Nesse grupo estão incluídos pacientes com por exemplo Spina bífida, que requerem múltiplas cirurgias e freqüente cateterização vesical, bem como outros pacientes (cirurgias ortopédicas por problemas congênitos, paralisia cerebral) submetidos à exposição precoce ao látex, e aos demais profissionais de saúde (médicos, dentistas, enfermeiros).
http://www.saj.med.br/uploaded/File/novos_artigos/106%20-%20Anestesia%20e%20as%20Novas%20Fronteiras%20da%20Alergia.pdf
Apenas nas últimas duas décadas é que a alergia ao látex, que na verdade é um processo IgE mediado, mereceu atenção como um problema a ser equacionado.
A manifestação clínica vai desde lesões de pele como eczema, urticária, passando por rinite, conjuntivite, broncoespasmo e até choque anafilático.
A quantidade de proteínas presentes nas luvas de látex varia muito entre lotes do mesmo fabricante e mais ainda entre marcas diferentes.
Parece que as luvas com pó, que proporcionam altos níveis de aeroalergenos nos ambientes cirúrgicos devem ser substituídas por aquelas sem pó e rotuladas de baixa proteína (menor conteúdo antigênico), pois são efetivas em reduzir os níveis de aeroalergenos da proteína do látex a níveis comparáveis aos dos dias sem cirurgia.
http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/22065
Estima-se que a incidência de alergia ao látex seja maior em países como EUA e França, que usam luvas com pó, do que no Reino Unido. http://www3.interscience.wiley.com/journal/118860545/abstract?CRETRY=1&SRETRY=0
Segue uma lista de medicamentos, de uso rotineiro, que de acordo com laudos fornecidos pelos fabricantes, apresentam o látex na embalagem primaria do medicamento, e elaborada pelo Serviço de Farmácia do Hospital Samaritano, que circulou internamente.
Principio Ativo (Nome Comercial apresentação) Fabricante
Abciximab (Reopro 10mg ampola 5ml) Eli Lilly
Ácido Épsilon aminocapróico (Ipsilon frasco ampola 1g/20ml) Nikkho
Albumina Humana 20% (Beribumin 20% frasco de 50ml) Blausiegel
Ampicilina + Sulbactam (Unasyn 1,5g frasco ampola) Pfizer
CaCl+KCL+NaCL (Ringer fisilógico 500ml frasco) Fresenius Kabi
CaCl+KCL+NaCL+lactato de sódio (Ringer lactato 500ml frasco) Fres. Kabi
Cetoprofeno (Profenid IV frasco-ampola 100mg) Sanofi-Aventis
Claritromicina (Klaricid IV 500mg frasco ampola) Abbott
Dantrolene (Dantrolene 20mg ampola) Cristália
Deferoxamina (Desferal frasco ampola 500mg) Novartis
Fluconazol (Zoltec 200mg ampola) Pfizer
Hialuronato de sódio (Provisc 0,85mL seringa) Alcon
Hidrocortisona (Cortiston 100 mg frasco ampola) Ariston
Imipenem + Cilastatina (Tienam 500mg EV frasco ampola) Merck Sharp
Insulina Humana (Humalog 100UI ampola 10ml) Eli Lilly
Insulina Humana (Humulin N 100UI ampola 10mL) Eli Lilly
Insulina Humana (Humulin R 100UI ampola 10ml) Eli Lilly
Lidocaína + Adrenalina (Xylestesin 2% c/ adrenalina 1.8m) Cristália
Meropenen (Meronem IV 1G FA) Astrazeneca
Metilprednisolona acetato (Depo-Medrol 40mg frasco ampola) Pfizer
Metilprednisolona succinato (Solu-Medrol 125/500mg fr ampola) Pfizer
Piperacilina sódica+ tazobactam (Tazocin 4,5mg frasco ampola) Wyeth
Ropivacaína (Naropin 2mg/mL ampola 100ml) Astrazeneca
Suxametônio (Quelicin 100mg frasco ampola) Abbott

Nenhum comentário: