Por outro lado, a imagem do plano de fundo foi feita pela Curiosity Mars Science Laboratory em 08 de setembro de 2012 no 33º dia após o pouso na superfície de Marte observando-se o solo marciano como jamais foi visto. E também não é bobagem...
Image credit: NASA/JPL-Caltech/MSSS.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Contribuição da caneta e papel para melhorar os registros eletrônicos de saúde!

Estudo publicado no International Journal of Medical Informatics por pesquisadores de Indiana University-Purdue University e University of Nebraska Medical Center, com o titulo de “Exploring the Persistence of Paperwith the Electronic Health Record" comprovou que registros manuscritos podem complementar sistemas de prontuário eletrônico para melhorar o seu uso.
Observando que não apenas médicos, mas também outros profissionais como enfermeiras, farmacêuticos usuários do sistema eletrônico do Veterans Affairs Medical Center (VAMC), não tinham abandonado totalmente o papel, constatou-se que nem sempre o uso do papel foi considerado mau, e eventualmente pode dar algumas idéias sobre como melhorar a interface entre o usuário da saúde de uma forma geral, cuidando de seu paciente e o registro eletrônico de saúde.
No estudo de 20 profissionais de saúde no Roudebush VA Medical Center, os investigadores encontraram 125 casos de utilização de anotações em papel que foram classificados em 11 categorias, sendo que as mais citadas foram:
Eficiência e facilidade de utilização,
Como ajudante da memória,
Uso de lembretes de uma forma geral,
Anotações alertar outros profissionais sobre informações novas ou relevantes.
Os autores concluem que o uso da caneta e papel precisa ser coordenado com o registro eletrônico para evitar erros que são freqüentes e reforçam a idéia das dificuldades da eliminação total do papel nas instituições de saúde.

2 comentários:

Leandra (Alum) disse...

Realmente, eu acho que em algumas situações a caneta e o papael são muito úteis.
Mesmo nos meus estudos no pc, sempre tenho um bloco com caneta ao lado do mouse, pois meu aprendizado é sempre fixado com anotações no papel!

Mas confesso que a idéia de PAPER FREE Hospital me agrada muitíssimo!

Dr. Paulo Freire disse...

Um dos problemas que os médicos sempre têm é em relação aos medicamentos. Atualmente temos mais de 11 mil apresentações de produtos, que torna a tarefa de prescrever um tormento para médicos e pacientes. Para os médicos é difícil lembrar dos nomes de produtos, suas apresentações e complicações, para os pacientes é difícil entender a letra do médico e entender a prescrição. Em estudo recente, 10% das receitas contém erros, e mais de 40% dos pacientes não entendeu o que foi prescrito e orientado.

Para este problema, médicos formados na UNIFESP e USP desenvolveram um Portal de Serviços Médicos chamado PORTAL SAÚDE DIRETA (http://www.saudedireta.com.br). Este portal tem um Prontuário Eletrônico de Pacientes, de uso livre e gratuito para os médicos. Nele o médico encontrará poderosas ferramentas prescricionais, como um completo banco de dados de medicamentos, uma ferramenta de análise automática de interações de medicamentos on line, em português, que funciona ato da prescrição, e ainda a possibilidade de imprimir as receitas. O Portal é totalmente web, gratuito, rápido e seguro.

Os médicos agora têm a disposição este serviço web, que pode ser acessado de qualquer lugar do planeta, por qualquer dispositivo fixo ou móvel com conexão à internet. Se o médico prescrever um medicamento para um paciente idoso, e este estiver usando vários medicamentos anteriormente, agora é possível detectar imediatamente qualquer interação medicamentosas entre as 155 mil possíveis que estão no Banco de Dados. É uma imensa segurança para os médicos e pacientes. Reações Adversas a Medicamentosas matam mais de 100 mil pacientes por ano nos USA, pacientes internados em hospitais, e que são monitorados por sistemas semelhantes. São mais de 700 mil casos nos USA, tornando-se a quarta maior causa de morte! No Brasil os dados estatísticos são desconhecidos ou incompletos, e para piorar o brasileiro adora auto-medicação.

Esta é minha modesta contribuição para diminuir este problema na sociedade brasileira e melhorar o conhecimento médico.

Atenciosamente

Paulo Freire
Médico Coordenador do Portal Saúde Direta
www.saudedireta.com.br